Se você acha que séries intermináveis de abdominais vão garantir barriga sarada, melhor rever seus conceitos e parar de sofrer. Segundo um estudo da Harvard Medical School, o exercício clássico não é tão eficiente quanto parece e que, para conquistar um abdômen chapado, o ideal é apostar na prancha.

Exercício de prancha para definir o abdômen

Ao contrário dos abdominais, que atuam somente sobre os músculos abdominais, a prancha trabalha vários grupos musculares nas laterais, frente e costas do corpo. E para garantir uma barriga chapada você precisa exercitar todos esses músculos.

Através de padrões dinâmicos de movimento, um treino com prancha fortalece todo esse conjunto. Vale ressaltar ainda que, além de definir a barriga, a atividade ainda trabalha braços, pernas e bumbum, fortalece o núcleo e protege as costas.

Os especialistas de Harvard também apontam que os abdominais tradicionais podem forçar demais e causar desconfortos, dores e prejuízos para as costas.

Como fazer prancha corretamente

Para fazer o exercício tradicional e evitar erros comuns durante a prática, deite-se de bruços sobre um colchonete e deixe os cotovelos apoiados no chão, na linha dos ombros. Eleve o tronco contraindo o abdômen e mantenha o corpo reto durante todo o exercício, sem levantar o bumbum ou abaixar o quadril. Permaneça estático, volte à pose inicial para o descanso e repita.

O exercício ainda permite diversas variações, sendo a prancha lateral uma das mais comuns e eficientes para secar a barriga. Deitado de lado no solo com o braço dobrado e o cotovelo abaixo do ombro, empurre os pés levantando os quadris junto com um dos braços para formar uma linha com o ombro.

A prancha ainda pode ser feita inclinada, com uma bola de exercícios sob antebraços ou pés, ou com os braços estendidos, na posição de flexão, para trabalhar ainda mais os braços, com um ou dois apoios.

Ajude seus amigos, compartilhe saúde!