ADESIVO PARA ALZHEIMER

Você sabia que agora o SUS passará a oferecer o adesivo de rivastigmina, um tratamento que ajuda a amenizar os sintomas de Alzheimer? O tratamento já se encontrava disponível em cápsulas e solução oral, mas o patch tem vantagens como menor impacto gastrointestinal e promete melhorar as condições de quem sobre da doença. Veja a seguir como ele age e quem poderá receber essa terapia.
Resultado de imagem para ADESIVO DE ALZHEIMER
 
Como age o adesivo de rivastigmina
A rivastigmina é um inibidor da colinesterase, classe de medicamentos que inibe a degradação da acetilcolina, um neurotransmissor relacionado à memória. Melhora a cognição e também age sobre sintomas comportamentais e alterações funcionais da doença.
De acordo com o relatório produzido pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS, a dificuldade que o tratamento oral oferece são sintomas como náuseas e vômitos. O adesivo possui o mesmo efeito das cápsulas e gotas, mas tem como maior benefício em comparação à elas o fato de não gerar esses efeitos colaterais que elas geram.
Quem receberá o tratamento
A resolução de incorporação de medicamento no SUS não especifica para que portadores do Alzheimer será oferecido o tratamento. Desta maneira, se espera que todo paciente com a doença, que tenha a prescrição médica para usar o adesivo, tenha acesso à ele. Segundo a Conitec, está recomendado para pessoas com Alzheimer leve a moderadamente grave.
É uma notícia muito importante para quem sofre com a doença e também para quem cuida dos seus portadores. A diminuição dos sintomas do Alzheimer juntamente com a extinção dos efeitos colaterais produzidos pelos remédios antes ingeridos é um avanço para o bem estar do paciente. Aproveite a oportunidade.
Ajude seus amigos, compartilhe saúde!