A deficiência de vitamina D no organismo é associada à diversos problemas de saúde, entre os quais estão o alzheimer, diabetes, osteoporose e problemas cardíacos. Todos sabemos que a vitamina D não é encontrada na maioria dos alimentos e que a melhor maneira de estar em contato com ela é se expondo ao sol.

 

 

A melhor forma de checar os seus níveis de vitamina D é fazendo um exame de sangue. Apesar de ser um pouco desagradável, o exame laboratorial vai determinar se você está precisando de um extra de vitamina D. Veja abaixo quais os grupos de risco de padecer de problemas:

1. Ter mais de 55 anos

 

 

Com a idade normalmente ficamos menos ativos e passamos menos tempo expostos aos raios solares. Como consequência, os mais velhos acabam absorvendo menos vitamina D do que quando eram mais jovens. Além disso, a pele mais envelhecida não é capaz de sintetizar a vitamina D de maneira eficiente, de acordo com um estudo canadense.

2. Trabalhadores de escritório

 

 

É muito comum para pessoas com tipos de trabalho que requeiram estar horas em uma sala de escritório, limitando a exposição solar, terem problemas com deficiência de vitamina D, segundo o Instituto de Saúde dos Estados Unidos.

3. Pessoas com a pele escura

 

 

Pessoas com a pele escura possuem mais melanina na epiderme, a camada mais exterior da pele, e isso faz com que seja mais difícil para o organismo produzir a vitamina D pelos raios solares, explica um especialista da Academia Nacional de Ciências, Engenharia e Medicina dos Estados Unidos.

4. Pessoas com doenças inflamatórias no intestino

 

 

A absorção da vitamina D depende da capacidade do intestino em processar as gorduras. A má absorção das gorduras está associadas à doenças inflamatórias do intestino tais como doença de Crohn e colite ulcerativa. Quase 70% das pessoas que sofrem destas doenças possuem níveis baixos de vitamina D, segundo um artigo no Jornal de Gastroenterologia e Hepatologia.

5. Pessoas veganas e vegetarianas

 

 

A maior parte dos alimentos com vitamina D são de origem animal, tais como salmão e ovos. Há muitos alimentos que são enriquecidos com vitamina D, como leite e iogurte. Aqueles que sofrem de intolerância à lactose, veganos e vegetarianos, deveriam tentar adicionais leite de soja ou tofu à dieta.

6. Pessoas com altos níveis de gordura

 

 

Se o seu percentual de gordura corporal está acima de 30% será bastante mais difícil para a vitamina D circular pelo seu organismo. Isso não significa que você sofre de deficiência, porém vale fazer um check-up e perguntar se você precisa de suplementação.

7. Pessoas que tomam determinados medicamentos

 

 

Os corticóides, tal como a predinisona, remédios para emagrecer como o orlistat e redutores de colesterol, podem inibir a metabolização da vitamina D. Se você é usuário deste tipo de medicamentos, converse com seu médico sobre como lidar com este efeito colateral.

8. Pessoas com dores crônicas nas juntas

 

 

Você recentemente recebeu um diagnóstico de artrite ou fibromialgia? Pergunte ao seu médico se não é preciso fazer exames para observar os níveis de vitamina D do seu organismo. Deficiências desta vitamina podem causar estes tipos de dores, que poderia ser a verdadeira causa da sua doença.

9. Pessoas com depressão

 

 

Quem tem níveis baixos de vitamina D no sangue, tem o dobro de chances de padecerem de depressão, de acordo com um estudo publicado no Jornal Britânico de Psiquiatria, que envolveu mais de 31 mil participantes. Apesar de que os especialistas não estão certos do motivo que leva isso a acontecer, trabalham com a hipótese de que a vitamina D altere os hormônios e áreas do cérebro que regulam o humor.

10. Pessoas que sofrem de dores de cabeça crônicas

 

 

Se você sente dores de cabeça de maneira constante, isso pode ser devido à deficiência de vitamina D. Especialistas chegaram à esta conclusão após um estudo envolvendo 2600 homens. Apesar que que a relação entre dor de cabeça e vitamina D baixa ainda não seja conclusiva, os pesquisadores acreditam que o nutriente ajuda à combater a inflamação que cause enxaquecas e dores de cabeça.

O que fazer se você sofre de deficiência de vitamin D?

 

 

Modifique a sua dieta e comece tomando um suplemento de vitamina D. Seu médico poderá recomendar uma dieta mais apropriada e a dosagem adequada do suplemento para você, de acordo com o resultado do seu exame de sangue.

Lembre-se de compartilhar esta valiosa informação com sua família e amigos! É sempre melhor prevenir do que remediar!

Ajude seus amigos, compartilhe saúde!